Relançamento de O Autor do Leão

Evento-para-facebook_As-marcas-da-cidade-e-o-Autor-do-Leão.png

Foi com esse livro de contos que eu fiz minha estreia há três anos. Tive todo o gosto em ver gente que eu não imaginava se reunir – colega de faculdade com amigo de prédio, aluno de um colégio com o de outro, poeta de praça com uma tia-avó -, ali juntos, e todos em torno daquela experiência, de páginas dobradas e coladas, por contos que eu fui ruminando desde a lira dos vinte anos. Lançar livros, ao menos, tem esse mérito.

Chega a nova edição, composta em série, de ordem nova de contos e mais leve no texto, e cheio da vontade de reunir de novo essa minha e nossa gente feita de improváveis. E claro, com a vantagem dos bons que se achegaram de uns tempos para cá. Segue assim o chamado, chameguento, de convite para a terça que ainda virá. O Autor do Leão na praça.

Com histórias inspiradas no universo do realismo fantástico e no fascínio pela literatura, os dez contos se formam a partir do cruzamento entre acontecimentos e ficção, em mistura. Desde a amizade entre Guimarães Rosa e José J. Veiga se interligando com um livro perdido na biblioteca da UFBA até a saga do italiano Antonio Meucci, o verdadeiro autor do telefone, as narrativas se unem na questão, a partir do conto-título: quanto daquilo que cada um cria da realidade pode acertar o que ela é?
Na companhia de mesa, outra segunda edição, outro professor, outro interiorano mudado pra “Bahia”, que admiro pela grande carreira e pela disposição e alegria que se dá: Aleilton Fonseca.

Grande noite então e desde cá meu abraço.

Para ouvir alguns dos contos em formato de áudio: https://soundcloud.com/saulo_dourado/sets/o-autor-do-leao

Para acessar a página do livro no Facebook: https://www.facebook.com/autordoleao/?fref=ts

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Advertisements

About Saulo Dourado

É escritor e professor e vive na Bahia. Mestre em Filosofia pela UFBA, publicou os livros de contos "O Autor do Leão (2014)" e "O Mar e Seus Descontentes (2016)", além de histórias infanto-juvenis, como colunista do A Tardinha, suplemento do Jornal A Tarde. Escreve sobre literatura com o prazer de quem bem conversaria uma tarde depois de cada leitura.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: