Archive | November 2016

Sinopses de O Mar e Seus Descontentes

o-mar-e-seus-descontentes

Eis um livro com catorze ficções, lançado em abril de 2016, pela editora baiana Via Litterarum. Muitos me perguntam: “Sobre o que é seu livro?”. Difícil agregar todas as histórias em uma ideia só. No processo de criação até pensamos em um conceito, mas cada leitura encontra seus fios.

Deixo aqui as sinopses dos textos, para que se vá além:

UMA RELIGIÃO DE LEMBRANÇAS
Biografia ficcional da química e física Marie Curie. Foi quem descobriu os elementos Polônio e Rádio, junto ao marido Pierre, e desenvolveu pesquisas que a matariam. Heroína e vilã de si.

AMANTES FUTUROS
Imaginei as cartas de amor que os escafandristas achariam, na cidade submersa da música de Chico Buarque. Um amor que não fosse apenas “romântico” e sim a comunhão de todas as forças íntimas.

UM HOMEM E SUA BACIA
História do sertão. Um casal de senhores abriga a irmã caçula da esposa em uma pequena fazenda de Piritiba. Desconfia-se do fato de o marido se interessar demais e pessoalmente pela educação da menina.

A CIDADE FEITA PARA NÓS
Narrado por um empresário de alto escalão, contam-se as aventuras de um grupo de amigos em uma cidade-bordel. Nela, todos os cidadãos, vivendo normalmente entre bancos, condomínios e faculdades, são passíveis de sexo.

QUÍMICA
Narrado por um coordenador pedagógico, imagina-se a trajetória de um professor negro em uma escola privada e cara de Salvador. Há unanimidade quanto à competência do rapaz, mas desconfia-se de sua habilidade em resistir a tentações do corpo.

SELVA
Conta-se o romance entre um rapaz da periferia de Salvador e um piloto de companhia aérea que faz escalas na cidade. Será que, tal como o Comandante Garcez do voo Varig 247 de 1989, este piloto conseguirá pousar na selva?

ENSAIO SOBRE JONAS
Uma professora universitária resolve escrever um ensaio e comunicá-lo em congresso sobre o problema do excesso de possibilidades e de destinos em Jonas, o rapaz que a deixou. O conto é este ensaio.

DESCIDA
Um poeta ante à musa: ela decide ler seus poemas frente a frente, e a cada poesia que goste, tira uma peça do próprio vestuário. Pequena alegoria da leitura poética.

UM CÍLIO NO TEU POLEGAR
Conto com estrutura de roteiro. Um casal se divorcia, mas não sabemos a razão: nenhum dos dois consegue abandonar a casa.
Enquanto isso, terão que conviver com os próprios fragmentos em cada cômodo.

RELATO ARMAZENADO
Um ex-jornalista e atualmente alquimista escreve uma carta sobre a humanidade, a partir de si, para depósito em urna que resista ao fim do mundo.

O MUNDO, LÍLIA
Um senhor sai do abrigo subterrâneo feito para o suposto apocalipse e escreve uma carta para sua ex-esposa.

BASTYDORES
Depois que morremos, vamos para o Céu ser roteiristas, diretores, atores ou produtores dos filmes que se tornam os sonhos dos vivos. Narra-se aqui a trajetória de Glauber Rocha, em conluio com Jorge Luis Borges, para criar um sonho universal.

APERTE O BOTÃO LARANJA
Um homem misterioso sela um pacto com um advogado dentro de um restaurante. Dá então a ele um controle remoto que o faz retornar o tempo e sempre apagar o que se fez no presente.

GOSTO NO QUINTAL
História de sertão. Marta, uma senhora, cria o cachorro Tito. Um dia, ele faz algo ruim e recebe como castigo uma surra. O cachorro passa então a ficar deitado no quintal e se recusar a comer. Baseado em acontecimentos familiares.

***

Está disponível nas livrarias LDM, Leitura, Boto Cor de Rosa, no site da editora Via Litterarum ou comigo. E-mail: saulomdourado@gmail.com

Advertisements